login

Painel de Entrevistas

Entrevistamos Erlon Lisboa - coordenador da CPAR SP

Avalie este item
(1 Voto)

Entrevistamos Erlon Lisboa - Coordenador da CPAR SP e Gerente Responsável pela Divisão de Auditoria Riscos e Prevenção de Perdas da Marisa

Primeiro nós gostaríamos de saber um pouco da sua historia? O que te motivou a trabalhar com prevenção de perdas? Onde trabalha? Conta um pouquinho da sua trajetória profissional.

 Meu nome e Erlon Lisboa de Jesus tenho 37 anos sou bacharel em Análise de Sistemas e Ciências Contábeis e possuo algumas especializações em Auditoria Interna , Gestão de Riscos e GRC em instituições como FIPECAFI , IIA e KPMG. Possuo mais de 10 anos de experiência nestas áreas , Inicie na Marisa Lojas S.A em 2009 como Coordenador da área de Auditoria interna, em 2012 assumi a área de Gestão de Riscos , em 2015 assumiu as áreas de Controle de Inventários e Prevenção de Perdas.
Atualmente sou o Gerente Responsável pela Divisão de Auditoria Riscos e Prevenção de Perdas que possui sob sua responsabilidade as áreas de: Auditoria Interna, Gestão de Riscos, Prevenção de Perdas , Auditoria de Fornecedores/Responsabilidade Social da Lojas Marisa S.A. Sou atualmente membro do IBGC –Instituto Brasileiro de Governança Corporativa e participo da Comissão de Riscos da mesma entidade, sou o representante da Marisa para os temas de Auditoria , Prevenção de Perdas e Fornecedores nas entidades ABVTEX, IBVAR e SBVC e possuo report ao Presidente e ao Conselho de Administração da Marisa pelo Comitê de Auditoria da empresa.

Como está o nível de maturidade da prevenção de perdas em São Paulo?

Acredito que o Nível de prevenção de Perdas no Brasil vem evoluindo ano após ano e as frentes de engajamento conduzidas pelo Carlos Eduardo como  IBVAR , PROVAR e agora na CPAR são impulsionadoras para que a prevenção de perdas seja vista cada vês mais como área estratégica do negócio, alguns segmentos estão mais maduros do que outros , vejo que o nível de maturidade não se dá somente pelo cargo que os executivos ocupam nas organizações mas pelo volume de investimento estratégicos em prevenção, não só investimentos em tecnologias ou instrumentos de prevenção, investimentos que são capazes de otimizar processos com segurança , melhorar os controles reduzir as perdas e potencializar as vendas, na minha visão estes são os investimentos estratégicos.

Quais expectativas como coordenador da comissão?

Aprender com o grupo que é bastante experiente e multidisciplinar além de contribuir o máximo possível na troca de experiências e formação de outros profissionais

Nesse período de retração econômica, como está sendo o papel da área de Prevenção de Perdas? Como você analisa o atual momento da Prevenção de Perdas no Brasil.

Precisamos a cada dia entender a mudança do comportamento dos consumidores e como as operações se adaptam a isto, para que desta forma possamos sair das práticas básicas de prevenção e adaptar os processos e controles de mitigação de riscos e perdas no menor intervalo de tempo possível. A visão mais comum e olhas as perdas históricas e a partir deste ponto sugerir estratégias de contenção, entendo que precisamos temos que ter uma visão muito maior nos riscos e nas ameaças que podem gerar perdas senão estaremos sempre “colocando o cadeado depois que o ladrão passou” , o quanto estamos atuando de forma preventiva? Esta e a maior reflexão que temos que ter em momentos como este que vivemos.

Nosso portal é fonte de informação para muitos jovens profissionais. Em sua opinião, qual formação acadêmica ideal para o jovem que deseja ingressar nessa área?

Acredito que além da formação acadêmica e preciso ter vocação para trabalhar nas áreas de Auditoria, Riscos e Prevenção de perdas, o que acredito ser conhecimento essencial para um profissional de qualquer área para o futuro e Tecnologia, não há mais nenhum a área de qualquer tipo de negócio que não seja necessário conhecimentos em TI, além disto é preciso ter sólidos conhecimentos em contabilidade e finanças.

Deixe um recado final sobre o papel da prevenção de perdas, sua importância e como você vê a prevenção de perdas no futuro do Brasil?

Trabalhar com prevenção é a chave para o sucesso, os profissionais que focarem suas ações em mitigar os riscos e as ameaças que geram perdas serão aqueles que terão êxito e sucesso profissional, não devemos focar nas perdas pois elas não são as causas e sim as consequências.
Não devemos investir em perdas somente nos momentos de crises, devemos nos manter atualizados estudando e pesquisando a cada dia novas soluções que possibilitem obter resultados com baixo custo, não e possível combater novos problemas com as mesmas soluções.

Última modificação emTerça, 10 Julho 2018 13:03
Redação - Portal Prevenir Perdas

Este Portal tem como objetivo disseminar a cultura de Prevenção de Perdas, Auditoria e Gestão de Riscos nas empresas, através da publicação de artigos, fóruns de discussões e matérias relacionadas ao tema. Está direcionado para estudantes, profissionais da área e para aqueles que buscam o conhecimento de um assunto tão abrangente e, principalmente, proporcionar o intercâmbio de informações constituindo um fórum permanente.

Mais nesta categoria: « Entrevista com Luciano Rodrigues

Deixe um comentário

Login or criar uma conta