login

Notícias

'Não adianta notificar produtor e varejo' sobre preço do arroz, diz especialista

Avalie este item
(0 votos)
André Braz, coordenador do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e economista do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), diz que a decisão do governo de notificar produtores, supermercadista e ameaçar com multas por aumentos abusivos de preços dos alimentos da cesta básica, especialmente do arroz, que subiu quase 20% este ano para o consumidor, "não serve para nada".
 "Já aprendemos essa lição no passado", argumenta. Quando houve intervenção e desrespeito às leis de mercado, o resultado foi mais escassez e alta de preço, lembra.
 
Em relação à redução da alíquota de importação do produto para diminuir a alta de preços (outra medida adotada pelo governo), o especialista adverte que pode ser um jogo de efeito nulo, se o câmbio continuar a se desvalorizar. Ele acredita que o ponto básico é reduzir as incertezas domésticas para que o dólar se estabilize e os preços das commodities agrícolas formados no mercado internacional parem de subir em reais. 
Clique aqui para ler trechos da entrevista. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Redação - Portal Prevenir Perdas

Este Portal tem como objetivo disseminar a cultura de Prevenção de Perdas, Auditoria e Gestão de Riscos nas empresas, através da publicação de artigos, fóruns de discussões e matérias relacionadas ao tema. Está direcionado para estudantes, profissionais da área e para aqueles que buscam o conhecimento de um assunto tão abrangente e, principalmente, proporcionar o intercâmbio de informações constituindo um fórum permanente.

Entre para postar comentários

Login or criar uma conta